LIXO, FOTOGRAFIA E HISTÓRIA? DE QUE LADO VOCÊ ESTÁ?

O RETO: Não era um gato, não era um rato. O bicho, meu Deus, era um homem.

A+ A-

LIXO, FOTOGRAFIA E HISTÓRIA? DE QUE LADO VOCÊ ESTÁ?


Vi ontem um bicho
Na imundície do pátio
Catando comida entre os detritos. 

Quando achava alguma coisa,
Não examinava nem cheirava:
Engolia com voracidade.

O bicho não era um cão,
Não era um gato,
Não era um rato.

O bicho, meu Deus, era um homem.

As imagens que “sujarão” a aba “o Reto” desta semana, foram capturadas durante uma intervenção fotográfica realizada na COHAB Fernando Ferrari, na cidade de Santa Maria/RS, durante o dia 1º de Abril de 2011.

Apesar de se tratar do dia da mentira, as imagens fotografadas foram a representação da verdade, pois mostram uma realidade de como o lixo se apresenta em nossas ruas, especialmente nas ruas da COHAB Fernando Ferrari.

A intervenção fotográfica faz parte do plano individual da acadêmica do curso de História (UFSM), Franciele Rocha de Oliveira, intitulado Relações Sociais e o Ambiente: Trabalhando História e o “Lixo”, no subprojeto História e Educação: Os meandros do Ensino Formal do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID/História) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

A proposta foi fotografar locais de acumulo de lixo que evidenciassem o descaso com o meio ambiente e também capturar áreas verdes, paisagens “naturais” ou modificadas na COHAB. Em seguida, as fotos foram expostas na Escola Estadual Professora Edna May Cardoso, local onde é realizado as ações do PIBID.

A proposta era fazer com que os alunos olhassem com detalhes as imagens e que elas fossem “imagens geradoras”, para incitar perguntas e reflexões, principalmente por revelarem duas realidades dentro do mesmo espaço: uma realidade composta por práticas que visam à preservação ambiental e outra com práticas que reafirmam o descuido ambiental, apresentando um espaço de degradação e descaso público, bem como, realizar ações educativas e problematizar como utilizamos os espaços públicos e quais as condições históricas em que ocorre a produção de “lixo”.

De maneira singela e com materiais simples, a exposição na escola foi intitulada: “Dois lados da mesma moeda, também acompanhada do poema “O bicho de Manuel Bandeira e trazia consigo a pergunta que deixo a cada leitor da revista O Viés: De que lado você está?

 

Fotógrafos: Franciele Rocha de Oliveira, Priscila Roatt de Oliveira, Marjorie Edyanez dos Santos Goettert, Rafael Wilhelm, graduandos em História e bolsistas do PIBID/História (UFSM) e Luciele Rocha de Oliveira, acadêmica do curso de jornalismo (UFSM).

LIXO, FOTOGRAFIA E HISTÓRIA? DE QUE LADO VOCÊ ESTÁ?, pelo viés da colaboradora Franciele Rocha de Oliveira.

 

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this pageEmail this to someone