EM CAXIAS, DCE DIVIDIDO PELO CONUNE

Votação acirrada para o CONUNE em Caxias do Sul divide o DCE em duas chapas. Pelo viés do colaborador Alexandre Pereira.

A+ A-

Os estudantes da Universidade de Caxias do Sul conheceram na madrugada do dia 22 para o dia 23 a chapa vencedora da eleição para o 52º CONUNE.

A campanha promovida pelas duas chapas foi permeada por um clima de grande disputa interna. A atual gestão do DCE da universidade é composta por duas correntes de esquerda que não entraram em um consenso no número de delegados destinados a cada uma, o que fez com que a parte minoritária da direção do diretório saísse em chapa independente, separada da chapa que era amparada pela parte majoritária do diretório.

A chapa 1, com o nome de “MOVIMENTAÇÃO”, era a grande favorita por estar levando o nome do Diretório, porém a chapa 2 – “TRANSFORMAR O SONHO EM REALIDADE” – em uma mostra de grande mobilização, conseguiu surpreender, mantendo-se na frente a todo momento da apuração dos votos, desde a primeira urna aberta, e a cada parcial se percebia o equilíbrio da eleição com uma diferença de poucos votos.

Este quadro se fez presente até a abertura das últimas urnas, provindas de alguns campi de fora da cidade, onde a chapa 1 conseguiu reverter o quadro, passando então pela primeira vez na frente, e se mantendo até o fim.

A chapa “MOVIMENTAÇÃO” terminou a eleição com 987 votos contra 864 da chapa “TRANSFORMAR O SONHO EM REALIDADE”, uma diferença de apenas 123 votos, o que fez com que a chapa 1 leve 18 delegados e a chapa 2, 16. Mais do que uma disputa por delegados, o que fez com que a chapa 2 saísse satisfeita com o resultado, equilibrando o número de representantes presentes no CONUNE, a eleição foi uma disputa pela hegemonia da esquerda na universidade, que apesar da união dentro do DCE, das duas correntes, ambos procuram mais espaço representativo dentro da instituição, fazendo com que essa eleição tivesse uma disputa a mais.

Duas urnas foram impugnadas, uma delas com dez assinaturas a mais do que o número de cédulas presentes dentro da mesma, o que será averiguado. Outro empecilho foi a urna do campi núcleo de Guaporé, que acabou ficando trancada dentro do prédio, não sendo possível fazer a contagem da mesma.

As duas chapas têm até quarta-feira, dia 29, para inscreverem seus delegados para o congresso que será realizado da cidade de Goiânia do dia 13 ao dia 17 de julho.

EM CAXIAS, DCE DIVIDIDO PELO CONUNE, pelo viés do colaborador Alexandre Pereira*

*Alexandre é acadêmico dos cursos de História e Jornalismo da Universidade de Caxias do Sul.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this pageEmail this to someone