A MARCHA DAS VADIAS por Lucas Figueiredo Baisch

[FOTOGRAFIA] Como foi a Marcha das Vadias, que invadiu o centro de Santa Maria no dia 2 de junho.

A+ A-

Como já se sabe, a Marcha das Vadias começou no Canadá, depois que um comissário de polícia delegou às “roupas de vadias” de uma jovem o motivo de uma tentativa de estupro que ela registrava. O movimento iniciado a partir disso parou dezenas de cidades mundo afora desde o ano passado. São protestos que pedem respeito à mulher – tanto da parte do homem quanto da autoridade do Estado.

É por uma mudança de mentalidade que marcham as vadias, em Santa Maria e em várias partes do mundo. As pautas, a partir deste ponto, são diversas. Marcha-se contra a homofobia e contra o patriarcado, marcha-se pela escolha da mulher no caso do aborto, marcha-se por uma sociedade mais livre e justa para todos.¹

Veja, pela lente de Lucas Figueiredo Baisch, a Marcha das Vadias em Santa Maria.

[Veja também: A MARCHA DAS VADIAS por Ivon Fernandes Nunes]

 





A MARCHA DAS VADIAS, pelo viés do colaborador Lucas Figueiredo Baisch*

*Lucas Figueiredo Baisch é formado em Arquitetura e Urbanismo pela UFSM. Veja mais fotos de Lucas no seu Flickr

1. Texto: João Victor Moura

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this pageEmail this to someone