[VÍDEO] Ocupação Sepé Tiaraju: pelo direito de morar

O relato das pessoas que correm o risco de ser desalojadas na zona leste de Santa Maria

A+ A-

Há cerca de três meses, 18 famílias ocupam um terreno da Prefeitura Municipal localizado na COHAB Fernando Ferrari (zona leste), entre a sede da Associação Comunitária da COHAB e o CTG Sepé Tiaraju. 51 crianças vivem na ocupação.

A Prefeitura do município havia cedido o terreno para o CTG, o qual, conforme relatam moradores e moradoras, utilizava a área de mais de meio hectare para manter apenas três cavalos. Há outras ocupações nas proximidades, e muitos dos moradores e moradoras da ocupação Sepé Tiaraju são oriundos da região, cansados de viver em áreas de risco à mercê da chuva e do frio.

Ainda em agosto, poucos dias após a ocupação, o CTG solicitou a reintegração de posse da área e, no dia 12 de novembro, depois de alguns trâmites judiciais, um prazo de 30 dias para a desocupação da área foi dado pela Justiça.

Os moradores, entretanto, ainda não foram notificados por um Oficial de Justiça, de maneira que a situação é de incerteza. As 18 famílias buscam uma solução negociada e a garantia de que não terão de abrir mão do direito essencial à moradia.

No dia 14 de novembro, duas semanas atrás, a comunidade bloqueou a Faixa Nova em um ato de denúncia contra a ameaça de perderem suas casas com a reintegração de posse.

O vídeo inclui cenas do ato e depoimentos de moradoras e moradores que relatam a situação, as dificuldades enfrentadas e a esperança de não ficarem sem um lugar para morar.

Em breve, mais informações sobre a ocupação Sepé Tiaraju com reportagem em texto e fotos no Viés.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this pageEmail this to someone
  • Awá Tupã Guarany

    Levante Dos Povos Originários !!
    Sonhar é preciso !!
    >>>==================>
    Resistir é fundamental !!