CAMINHADA CONTRA AS COTAS

Manifestação de estudantes contrários às cotas e a discussão sobre o assunto.

A+ A-

“A ascensão das mídias digitais nos últimos anos permite que, a partir de diversos compartilhamentos, um grupo de pessoas se identifique com uma “causa” e busque – com o contato virtual – uma organização disposta a lutar por aquilo que defende. Foi assim que, logo após a aprovação no Senado de 50% das vagas em universidades federais para cotas raciais e sociais, no dia 7 de agosto, estudantes de todo o Brasil formaram o grupo do Facebook “Contra os 50% das COTAS”.

A maioria das pessoas que ingressaram no grupo são jovens que estudam em escolas particulares e cursinhos pré-vestibulares pagos, com representantes do Rio Grande do Sul, do Rio de Janeiro, de São Paulo e da Bahia. Além de compartilharem indignações e argumentos contrários à lei aprovada, os participantes do grupo estimulam a organização de manifestações nas cidades, exigindo o veto da presidenta Dilma ao projeto de lei já sancionado pelo Senado.

Após o protesto, ocorreu uma roda de debate na Praça Saldanha Marinho, puxado por jovens a favor das cotas, para discutir com aqueles que impulsionaram o movimento.  Deu-se o diálogo que o Exército Anti-cotas tanto reivindicava.”  (trecho da matéria “DEIXA O PRETO ESTUDAR”)

Abaixo, fotografias da caminhada e do debate realizado após a manifestação.

Para saber mais sobre a manifestação e a questão das cotas em instituições federais de ensino superior, acesse “DEIXA O PRETO ESTUDAR“. 

   

   

   

   

   

   

   

   

   

   

   

 

CAMINHADA CONTRA AS COTAS, texto de Bibiano Girard, Felipe Severo, Liana Coll e Marina Martinuzzi* e fotografias de Liana Coll

 

bibianogirard@revistaovies.com

felipesevero@revistaovies.com

lianacoll@revistaovies.com

*Marina é estudante de Comunicação Social – Habilitação Jornalismo, da Universidade Federal de Santa Maria e faz parte do coletivo estudantil Rompendo Amarras.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this pageEmail this to someone